Quais as principais características do perfil empreendedor?

Por Equipe ACE - 14 May 2019, 18:56
Quais as principais características do perfil empreendedor?

O perfil empreendedor está em alta no mercado, inclusive para recrutadores de grandes empresas. É comum associá-los a startups de sucesso, mas ele pode estar em qualquer negócio.

E há algumas características, aliadas ao fit cultural e o mindset inovador, que o definem.

Daniel Vasserman, Startup Hunter da ACE, já falou um pouco sobre as tendências do comportamento do empreendedor. Agora, ele vai um pouco além e explica o que faz esse perfil ser tão desejado por qualquer empresa. “Ele permite à empresa uma mudança ágil e nunca fica restrito a seu job description, sempre vai além das obrigações contratuais”, ressalta.

Daniel aponta três características fundamentais do perfil empreendedor:

Capacidade de realização: Ele faz acontecer, mesmo se não tiver todas as ferramentas ou o cenário ideal. “Ele encontra maneiras de ‘burlar’ isso e acha soluções diferentes”, diz Daniel.

Capacidade de relacionamento: Ele é capaz de gerar uma sensação de confiança nas pessoas e trazê-las para seu projeto.

Capacidade de planejamento: Ele sabe quais indicadores usar e como fazer para ter a metodologia mais ágil no processo.

“Tudo isso atrai as empresas, porque hoje a mudança é rápida. Se alguém consegue se adaptar rapidamente, independentemente de sua formação, graduação, ou da experiência no trabalho, é super válido“, pontua Daniel Vasserman.

No blog Techstars, Khurram Zafar enumera outras oito características do perfil empreendedor. Vamos a elas:

-Sem medo: Empreendedores sabem que o medo é um obstáculo transponível.  “Enfrentam, abraçam e o celebram”, diz Zafar.

Perceptivos: Têm ótimo julgamento para perceber as oportunidades viáveis e transformá-las em um negócio de rápido crescimento.

Beminformados: Para eles, informações de mercados, consumidores, concorrentes, players importantes e potenciais parceiros, entre outros detalhes, estão na lista de prioridades de qualquer negócio de sucesso.

Carismáticos: Se conectam com as pessoas e as conquista com sua paixão, energia e visão. É a “capacidade de relacionamento”, também citada por Daniel Vasserman.

Lean: Segundo Khurram Zafar, o empreendedor também precisa estar conectado à metodologia lean para ordenar prioridades e perceber se existe demanda real para o produto que ele quer lançar.

Desenvoltura: Em todos os sentidos. Isso o ajudará a montar uma influente rede de contatos que possa contribuir com recursos, indicação de talentos e parcerias bem-sucedidas.

Tenacidade: Ele precisará reagir rapidamente e se adaptar às condições do mercado, absorvendo todos os impactos ao mesmo tempo em que serve como um ‘escudo’ para sua equipe continuar trabalhando com tranquilidade.

Paciência: Bons empreendedores pensam a longo prazo, entendendo quais os momentos certos para executar mudanças na empresa.

Cuidador: “Um empreendedor de sucesso sabe amar!”, resume Zafar. Sim, ele precisa cuidar de seus funcionários, parceiros, investidores e, logicamente, dos consumidores. “A marca registrada de um negócio bem-sucedido, lucrativo, de longa-duração é o serviço para o consumidor e a lealdade que acompanha um consumidor feliz“, lembra o autor.

O risco empreendedor

Segundo Daniel Vasserman, da ACE, o risco desse perfil não funcionar está muito mais ligado à preparação de RH e gestores para aceitar a colaboração de um empreendedor. “Ele é um troublemaker. Vai fazer as coisas de um jeito diferente. É quase um movimento de contracultura na empresa”, diz ele.

“A empresa precisa estar preparada para receber uma pessoa que vai questionar os processos. Esses questionamentos já irão gerar mudanças, e esse processo de mudança não é confortável. Mas a gente não colhe mais resultados de formas tradicionais, então é preciso ter empatia em relação a isso”, conclui Daniel.

Por: Equipe ACE

Posts relacionados

Assine a Growthaholics

E receba as melhores dicas para a sua empresa crescer.