MVP: Quem melhor que o seu cliente para avaliar a sua proposta de valor?

12 jun O que é MVP e qual a importância dele para seu negócio

Não existe melhor teste para a sua startup do que a avaliação de seus clientes. E é por isso que você precisa entender o que é Minimum Viable Product, o MVP.

O conceito de MVP é muito difundido e relativamente simples de ser entendido. No entanto, ainda é confundido facilmente com a entrega de um produto inacabado ou cheio de falhas.

>> Faça o download gratuito do Value Proposition Canvas e cria a proposta de valor do seu negócio

Lembre-se sempre: o MVP já é o seu produto. Então ele deve, de maneira enxuta, mostrar a proposta de valor de sua startup e resolver o problema para o qual foi desenvolvido.

O que é o MVP?

No livro The Lean Startup, Eric Ries define: “O MVP é aquela versão do produto que permite uma volta completa do ciclo construir-medir-aprender, com o mínimo de esforço e o menor tempo de desenvolvimento”.

>> Leia o ebook sobre como aplicar o conceito de Lean Startup no seu negócio

Em resumo, é como um protótipo da sua solução. Ele permite mostrar qual é a visão da startup, mensurar a receptividade dos clientes e do mercado e testar diversas hipóteses previamente formuladas, sobre o produto e todos os aspectos do negócio.

E tudo isso por meio de feedback do seu público, que guiará a evolução do projeto.

O MVP é a entrega do seu projeto, não o início dele

Antes de chegar a esta etapa, é necessário desenvolver a sua proposta de valor, um modelo de negócio inicial, o público-alvo e validar a sua ideia.

O objetivo do MVP é não gastar tempo e dinheiro à toa, mas você não pode deixar o seu cliente infeliz neste processo.

Tenha em mente que você está reduzindo um projeto muito maior para atender suas necessidades momentâneas. Isso é bem diferente de começar de qualquer jeito para pensar no que fazer a partir daí.

MVP: Quem melhor que o seu cliente para avaliar a sua proposta de valor?

E se o MVP mostrar que a ideia não é boa?

Bom, as chances de isso acontecer são grandes, mas é pra isso que ele serve!

Este é o momento de avaliar tudo sobre seu negócio e analisar como ele será desenvolvido. Assim, você entra no mercado (pra valer!) o quanto antes, causando o maior impacto possível.

Às vezes o que você descobre é que não vale a pena investir tempo e dinheiro no projeto. E isso também é bom, pois te permite focar em uma ideia mais promissora.

Como criar o Minimum Viable Product?

Não existe uma fórmula 100% precisa para um MVP.

Tudo irá depender do seu negócio, o mercado no qual pretende entrar, a persona definida para seu público e as hipóteses que você deseja validar.

Uma das maneiras mais comuns de iniciar o processo MVP é criação de uma landing page. Ela vai ter o objetivo de apresentar o produto e captar leads que estejam interessados em utilizá-lo.

Desta forma, é possível monitorar o interesse do público e criar um grupo de potenciais clientes para receber e testar o produto.

O exemplo do Dropbox

Sabe a história do “cavalo mais rápido” de Henry Ford?

Então, e quando a sua solução é inovadora e as pessoas não sabem que precisam dela?

Se elas nem sabem que você existe, não vai adiantar uma landing page ou uma campanha de anúncios no Google.

E, para piorar, você precisa avaliar a receptividade do produto antes mesmo que ele possa ser utilizado efetivamente, pois o funcionamento depende de serviços específicos, como o aluguel de um servidor confiável, por exemplo.

Este era o desafio do CEO do Dropbox, Drew Houston.

O conceito de seu produto não era fácil de ser explicado e a elaboração de um protótipo para demonstração dependia da resolução de diversos problemas técnicos.

A solução? Um vídeo!

Como vocês podem ver no player acima, o próprio Drew narrou um vídeo simples de demonstração do Dropbox em funcionamento, mas que foi cuidadosamente planejado para uma audiência específica: early adopters do Digg.

Com diversas referências bem humoradas específicas para este público, o vídeo viralizou na comunidade e a lista de espera para receber o beta do software pulou de 5 mil para 75 mil pessoas.

Neste caso, o vídeo foi o MVP, pois confirmou a hipótese de que os clientes queriam o Dropbox.

A história completa você pode ler no TechCrunch.

Quer aprender mais sobre Lean Starup? Baixe agora um guia completo sobre o assunto.

New Call-to-action

Equipe ACE
contato@goace.vc

A Equipe ACE é formada por profissionais multidisciplinares e apaixonados por empreendedorismo, inovação e startups :)



BrazilUSA