marketplace e plataforma

09 nov Marketplace e plataformas: a anatomia deste modelo de negócio

Das 10 marcas mais famosas do mundo, 6 são plataformas ou marketplaces (segundo  estudo da Interbrand) e das 5 maiores empresas do mundo, 4 são plataformas (ano passado eram todas as cinco, mas em 2017 a Berkshire Hathaway assumiu o lugar do Facebook) baseadas em elementos de ecossistema com desenvolvedor, comprador e/ou vendedor.

> Veja mais: qual o modelo de negócio mais adequado para sua empresa?
> Leia também: Mobilize os clientes na defesa do seu negócio

A internet não só trouxe uma nova perspectiva de desenvolvimento da humanidade, como também possibilitou a criação de novos modelos de negócios. Estamos constatando novas forças no ambiente econômico. Vivemos a era do conhecimento – podemos aprender quase qualquer coisa na internet. A era das redes, com online e offline conectados. A era dos dados, com um aumento massivo e surgimento de ferramentas para monitorar e analisar. E a era das plataformas, com o surgimento de novos negócios que potencializam conexões e a inteligência coletiva.

Mas afinal, o que são Plataformas?

Uma plataforma é um modelo de negócio que cria valor, facilitando o intercâmbio entre dois ou mais grupos interdependentes, geralmente consumidores e produtores.

Para que essas trocas aconteçam, as plataformas criam comunidades e mercados com efeitos de rede que permitem aos usuários interagir e negociar, através da geração e troca de valor uns com os outros.

Chamar o Uber. Postar fotos no Instragram. Falar sobre o que quiser no Facebook. Vender alguma coisa no Mercado Livre. Buscar um novo emprego no LinkedIn. Todos esses são exemplos de troca de valor numa plataforma. Ou seja, esses elementos podem ser qualquer coisa que possa trocar de lado – desde roupa, carro ou bicicleta até comida (iFood).

gráfico plataformas e marketplacesPlatform businesses in the S& P 500 over the last forty years

Modelo Tradicional vs Plataforma

No modelo tradicional, o crescimento e escalabilidade são resultados de grandes investimentos e aumento dos recursos internos e externos de uma empresa, de ativos fixos e grandes aquisições de infraestrutura. O fluxo de produção até a venda sempre teve como característica processos absolutamente lineares – evolução da revolução agrícola para a revolução industrial com as grandes indústrias e suas fábricas abarrotadas de operários ávidos por produtividade, eficiência e melhoria contínua.

modelo tradicional

Mas em um mundo em rede, a escala vem de cultivar uma rede externa construída em cima do negócio. Essa é a essência de como os modelos de negócios plataforma funcionam. Graças à tecnologia e a conexão entre as pessoas é possível simplesmente facilitar a troca de valor produzida por redes descentralizadas de indivíduos, onde ora se é o produtor/vendedor e ora o usuário/comprador – ou até mesmo os dois em determinados contextos.

modelo de plataforma

Uma plataforma, em última instância, permite a criação de valor facilitando transações. Enquanto um negócio linear cria valor ao fabricar produtos ou serviços, as plataformas criam valor criando conexões e transações de “fabricação”. E quanto a crescimento do negócio, a plataforma escala muito mais rápido do que um negócio tradicional porque é 100% digital.

> Veja também: Problem solution fit e a definição do preço

Numa comparação entre negócios tradicionais e plataforma, faz sentido destacar três mudanças de perspectiva:

MUDANÇA 1: de consumidores para PRODUTORES

MUDANÇA 2: de recursos para ECOSSISTEMA

MUDANÇA 3: de processos para INTERAÇÕES

Anatomia da Plataforma Marketplace

O efeito de rede é o grande motor de crescimento da plataforma. Duas pessoas geram 1 interação, 5 pessoas geram 10 interações, 12 pessoas geram 66 interações… Ou seja: o crescimento é exponencial, daí a importância de se dizer que o negócio é mediar e viabilizar interações.

Primeiro é preciso atrair usuários para se juntar uns aos outros. Então, a plataforma os ajuda combinando-os e fornecendo a tecnologia para facilitar a transação, além de estabelecer as regras que regem a rede para criar confiança e manter a qualidade.

marketplace organograma1marketplace organograma1

 

 

Arquitetura da Plataforma Marketplace

Percebeu que até agora não usei a palavra Marketplace para me referir ao modelo de negócios? Foi proposital, ela é popularmente utilizada para falar deste tipo de negócio, porém, na essência e no conceito técnico (livro Platform Scale), o modelo de negócios Plataforma (Business Platform) é composto por uma arquitetura de três camadas que, juntas, explicam toda e qualquer empresa que atua desta forma:

estrutura da plataforma

 

Interessante, né?!

Marketplace na verdade é uma camada da arquitetura do modelo, onde rede/marketplace formam uma comunidade com produtores e consumidores, a infraestrutura viabiliza interação e troca de valor e os dados garantem o melhor match.

Exemplos de plataforma

Os casos mais conhecidos e extremamente divulgados de modelos de negócios Plataforma são Uber, Airbnb, Amazon, Ebay, Alibaba, entre outros famosos. Então para concluir com alguns exemplos escolhi empresas tão relevantes quanto as citadas, seja na execução do modelo de negócios ou no aspecto construção de marketplaces de sucesso:

MERCADO LIVRE, OLX e ENJOEI: típico modelo Plataforma

Marketplace com compradores de um lado e vendedores do outro, tendo a plataforma como ponto de conexão entre as pontas, onde o valor é gerado através das transações de compra e venda.

SUBMARINO e AMERICANAS.COM: migração de e-commerce para Plataforma

Começaram como loja virtual, portanto e-commerce. Mas migraram recentemente para o modelo marketplace onde ofertam produtos no site de diversos fornecedores, se tornando um grande shopping virtual.

BUSCAPÉ: migração de comparador de preço para Plataforma

Famoso comparador de preços mudou o modelo de negócios no primeiro semestre deste ano. Agora atua com um modelo híbrido onde o consumidor acessa o comparador de preços e tem a opção de ir até a finalização do processo de compras, uma vez que 2 mil dos mais de 5 mil lojistas anunciantes já aceitaram atuar como marketplace e comercializar os produtos na própria plataforma do Buscapé.

Tem uma boa plataforma e quer ter um 2018 acelerado

Precisa de apoio para validar seu negócio e gerar tração de uma forma mais rápida? Então venha para a ACE. Estamos selecionando startups para a primeira turma de 2018. As selecionadas terão acesso a toda a nossa rede de benefícios, além de mentoria da ACE e do Google Launchpad, e investimento total de até R$ 650 mil.

INSCREVA-SE AGORA!

LG Lima
lg@goace.vc

É acelerador da ACE em São Paulo



BrazilUSA