Quando se trata de ganhar repertório e conhecimento, ver filmes pode ser uma alternativa bem viável – você aproveita seu momento de entretenimento para ganhar também algumas valiosas lições.

Como bons malucos por conhecimento, perguntamos às startups da ACE quais são os melhores filmes que um empreendedor deve ver.

>> Leia também: 6 livros que todo empreendedor precisa ler

>> Veja também: 10 palestras TED para inovação

Tem dica de gestão, equipe, produto, estratégia… Tudo isso envolto em uma camada de entretenimento e diversão, e boa parte baseada em fatos reais. Então confira 7 filmes imperdíveis para empreendedores (dica: a grande maioria está no Netflix)

Fome de Poder (The Founder)

A história de Ray Kroc e a origem do McDonald’s, que vai de lanchonete rápida em uma cidadezinha pequena para um império do fast food americano. Ele inclusive usa uma tática hoje considerada Growth Hacking. Dilemas à parte (spoiler: o Ray Kroc é absolutamente antiético e você pode odiá-lo), você consegue tirar lições de empreendedorismo de alto crescimento e impacto vs. lifestyle business. Dica do Alexandre Viola, CEO da Justto. Tem no Netflix!

Lion

A história de Saroo, indiano que se perdeu dos pais e foi adotado por uma família australiana não é especificamente sobre empreendedorismo, mas tem um fundo muito bom para quem quer criar um negócio. É multi premiado e baseado em fatos reais (o que é mais incrível). Lucas Bittencourt, CEO da Nuper, deu a dica e explicou os motivos de ser um baita filme:

Saroo é exposto à um problema, e não enxerga nenhuma outra forma de viver, que não seja resolvendo ele. Então, parte do zero e em poucos meses já tem um plano traçado, eliminando diversas possibilidades de perda de tempo, e focando no que de fato poderá trazer resultado. Se mergulha em horas de trabalho, abdica de amigos e família e lida com stress profundo, mas segue seu plano, alcança seus objetivos e ainda consegue retomar o respeito e amor dos stakeholders (familia, mulher e amigos).

A Rede Social

A história romanceada da criação do Facebook também traz algumas lições importantes, tanto para o lado bom, como melhorias obsessivas de produto baseadas em uma métrica central, como para o lado “tenha cuidado com isso”, na relação Zuckerberg vs. sócios vs. investidores. Dica do Cesar Terrin, founder da N2B.

A Grande Aposta (Big Short)

A bolha que originou a crise econômica dos Estados Unidos (e consequentemente global) é retratada em “A Grande Aposta”, que conta a história dos investidores que apostaram que o mercado imobiliário e financeiro dos EUA ia implodir mesmo quando ele estava a todo vapor.

A lição que dá para tirar é que quando você tem um insight baseado em dados sólidos e tem uma visão firme, pode manter sua posição (e ganhar muito dinheiro quando todo mundo está entrando em colapso, é verdade). Tem no Netflix e é imperdível. (Outro bom de economia: O Lobo de Wall Street)

Ouro e Cobiça (Gold)

A obsessão do personagem por encontrar ouro é outro ótimo filme. Fabio Antunes, CMO da Espresso, recomendou “Gold” porque apesar de falar de uma das maiores fraudes do mercado financeiro, o filme mostra muito bem a diferença de empreender por dinheiro versus empreender por propósito. Além disso, fala bastante dos altos e baixos da vida empreendedora.

O Homem que Mudou o Jogo (Moneyball)

Qual a diferença entre empreendedores que estudam viciosamente suas métricas de negócio e os que baseiam suas ações em métricas de vaidade, achismos e convenções? Veja o filme, baseado em uma história real e que mudou para sempre a história do beisebol. Dica da Thays Bueno, sales leader da ACE Corp!

Walt antes de Mickey

A história de luta e resiliência do “maluco e endividado” que criou a Disney é bem romanceada, mas a sua jornada empreendedora é inspiradora (tem no Netflix). Dica do Ivan Alberti, da Conaz

Bônus: Jerry Maguire: Show me The Money!

O filme inteiro é legal, mas passamos essa cena toda vez que começa uma nova turma de aceleração. Você vai entender os motivos.


TAGS: , , , , , , , , , ,