Recentemente um time de profissionais da Brasilprev passou uma semana reunido em uma sala para desenvolver um protótipo. O trabalho de imersão é conhecido como design sprint e, no caso da Brasilprev, foi desenvolvido em parceria com a ACE.

O objetivo era encontrar novas formas de se comunicar com o público e vender previdência privada. Em uma semana, a equipe formada  por gente de diversas áreas – como marketing, comercial e produtos – conseguiu validar o posicionamento da marca e do produto, através de testes de reação via protótipo  diretamente com os clientes.

>> Veja mais: Por que inovar como uma startup?
>> Conheça também: Brasil Ventures debate inovação, mudança de mindset e Corporate Venturing

O Sprint é um método de inovação que tem sido bastante usado por startups do Vale do Silício e que, agora, começa a chamar a atenção também de grandes empresas – inclusive no Brasil.

O sprint tem se mostrado a melhor forma de a gente usar o conhecimento da nossa equipe e ter em uma semana um resultado concreto.Paulo Valle, presidente da Brasilprev

Assim como a Brasilprev, muitas empresas têm encontrado no método de sprints uma forma eficiente de inovar de maneira mais ágil.

Origem do design sprint

O pai deste método de inovação é Jake Knapp, um ex-executivo do Google Ventures, braço de investimento do Google.

A ideia de Knapp ao desenvolver o método era encontrar uma forma de inovação mais efetiva do que os tradicionais brainstormings.

Ao longo de sua carreira no Google Ventures, Knapp e seus parceiros John Zeratsky, Braden Kowitz aplicaram o método em diversas startups que receberam investimento do Google. O resultado da experiência pode ser vista no livro Sprint – O método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas 5 dias.

Para que funcione, o sprint deve seguir o cronograma com bastante atenção. Em cada dia há uma lista de tarefas a serem cumpridas e não podem ficar pontas soltas.

Um resumo sobre o método também pode ser visto no vídeo abaixo.

Figuras-chave de um sprint

Para que um sprint funcione, é necessário que haja um bom trabalho em equipe. Como o tempo é apertado e os recursos limitados, algumas pessoas precisam assumir papeis muito importante para que a semana seja produtiva. As duas principais funções são a do facilitador e a do decisor.

Decisor

É a pessoa que vai ter que tomar as decisões difíceis. Como o tempo é curto e os impactos do trabalho gigantescos, é preciso que alguém tome decisões pelo time. Assim, é possível evitar longas discussões em busca de consenso.

Normalmente, essa função recai sobre o CEO da empresa. Também é comum que ela seja assumida pelo diretor da área que será mais afetada pelo trabalho.

Facilitador

Este é o rei do método. Alguém que conhece o design sprint em seus detalhes e sabe cada passo a ser dado ao longo da semana. Muitas vezes é a pessoa mais odiada da sala, por reforçar a todo tempo os deadlines a serem cumpridos.

Para evitar envolvimento emocional com o projeto e as ideias apresentadas, é comum que o facilitador seja alguém de fora.

a ACE tem profissionais com experiência na aplicação de sprintsO O sprint da ACE

Na ACE, aplicamos a metodologia desenvolvida por Knapp de forma personalizada para nossos clientes corporativos.

As empresas que contratam nosso sprint têm acesso ao método e todo o suporte e apoio da nossa equipe.

A condução é feita por uma pessoa treinada no método e que tem toda a bagagem da ACE, com o histórico de quem acelerou 130 startups e já atendeu a grandes clientes como Nestlé, Braskem, Basf e BMG.

A vantagem de uma empresa desenvolver e testar uma nova ideia através de um sprint é que ele tem um tempo de execução que é genial. Ele não é curto o suficiente para você não conseguir produzir, mas também não é longo o suficiente para você se acomodar. O tempo todo está chegando o seu deadline e o tempo todo você tem que se apoiar no método de trabalho para conseguir chegar na entrega.Thiago Ururahy, head da ACE Corp

Como saber mais sobre inovação corporativa?

A ACE se dedica a ajudar grandes empresas a aprenderem os métodos mais modernos de inovação. O sprint é apenas uma das formas que usamos para fazer isso. Converse com um consultor e veja como a ACE Cortex pode auxiliar sua empresa na inovação ágil.

ace innovation survey 2019 - report completo sobra a inovação corporativa no Brasil


TAGS: , , , , , , , , , , , , , ,