Não é de hoje que a ACE e as startups de Santa Catarina têm um relacionamento sério. Ao longo de nossos seis anos de existência, não foram poucas as vezes em que nos deparamos com grandes empreendedores do estado.

Os números são claros! Estimativas apontam que 3% das startups brasileiras são catarinenses. Mas no nosso portfólio elas representam 10%. E este número tende a crescer. Na última turma aprovada para aceleração na ACE, quase 40% das empresas nasceram e têm sede em Santa Catarina.

Além disso, um de nossos 9 exits, a Axado, é uma startup catarinense, de Chapecó.

As startups catarinenses do portfólio da ACE

Conheça as startups que fazem parte atualmente do portfólio de investidas da ACE e estão baseadas em Santa Catarina:

Code Money

Quando chegou à ACE, a fintech de Brusque não contava ainda com nenhum cliente pagante. Seis meses depois, já são 5.600 ativos na base e mais de 150 estabelecimentos credenciados, que giram uma média de 60 mil transações por mês. A startup que existe desde 2015 permite a realização e recebimento de pagamentos por meio de um aplicativo no celular.

GoFind

A ferramenta de  pesquisa de produtos e comparação de preços é da oitava turma de aceleração da ACE. A startup evoluiu muito desde que entrou para o nosso portfólio e recentemente passou por um processo de rebranding, além de ter recebido um aporte de R$ 2 milhões do fundo Fir Capital BZPlan.

PackID

A PackID, com sede em Chapecó, é um excelente exemplo do que pode acontecer com empresas que participam de um bom programa de aceleração. A empresa entrou para o portfólio da ACE há 3 meses e desde então viu seus negócios aumentarem de forma exponencial. Neste período, a empresa, que desenvolveu um confiável de monitoramento de temperatura e umidade, acumula um crescimento de 760%.

JetBov

Uma das principais startups voltadas ao setor pecuário no Brasil, a Jetbov tem sido destaque de maneira recorrente, tanto na imprensa especializada em agronegócio, como na de empreendedorismo. Com mais de 500 fazendas em sua plataforma, a empresa recebeu recentemente um investimento de R$ 3 milhões liderado pelo fundo SP Ventures.

O trabalho feito para calcular o tamanho de mercado da Jetbov, no início da aceleração, é estudado também no curso de Tamanho de Mercado, disponibilizado gratuitamente pela ACE.

Conaz

Com sede em Florianópolis, a Conaz, que participou da décima primeira turma de aceleração da ACE, se tornou uma referência para as construtechs do sul do país. A empresa chegou a marca de 84 obras em sua base, divididas em 11 cidades dos estados do Paraná e Santa Catarina. O número é 7 vezes maior do que o registrado pela empresa no início da aceleração, há oito meses.

Conpass

Quem tem SaaS certamente já ouviu falar na Conpass. A empresa, que participou da aceleração da ACE em nossa sétima turma, é uma das principais referências do país quando o assunto é user onboarding. A startup tem tido um papel importante no desenvolvimento do ecossistema de SaaS no Brasil não apenas pela sua atuação como fornecedora de serviços, mas também pela criação de conteúdos relevantes para a comunidade, como o e-book com dicas para levantar uma série A.

Hiper

Com mais de 10 mil clientes e 200 funcionários, a Hiper é a maior empresa de tecnologia de Brusque. Para se ter uma ideia do tamanho, a empresa ocupa hoje o espaço que já foi sede da indústria Schlosser, uma das mais importantes fabricantes de tecido do país. A Hiper é a empresa catarinense há mais tempo no portfólio da ACE, tendo participado da quarta turma de aceleração. Além da ACE, a startup conta com investidores de peso, como  a CVentures, e a M3 Investimentos, gerida por  Marcel Malczewski, fundador da Bematech.

Quer se juntar às melhores startups de Santa Catarina?

Então se inscreva agora mesmo para a ACE. Estamos em busca de empresas e empreendedores incríveis para fazer com que nossa relação com o estado fique ainda melhor.

startups santa catarina


TAGS: , , , , , , , , ,