Já comentamos aqui que a ACE e o fundo Bossa Nova Investimentos fecharam um acordo único na América Latina. Mais do que o investimento feito na própria ACE, o que chama a atenção neste acordo que a possibilidade de que as startups investidas pela ACE tenham aportes de até R$ 650 mil em até seis meses.

>> Leia mais: Como fechar uma rodade de investimento?
>> Veja também: Baixe o modelo de pitch deck

Desde que anunciamos o deal, muitas dúvidas têm surgido sobre como isso impacta o mercado e quais são as vantagens para quem acelerar com a gente.

Por isso, Pedro Waengertner, CEO da ACE, preparou esse vídeo em que explica como funciona esse acordo e o que ele representa para nossas startups.

Os principais pontos do deal entre ACE e Bossa Nova

A grande vantagem do deal entre ACE e Bossa Nova para as startups que concluírem 100% do nosso checklist de aceleração é que elas receberão automaticamente um term sheet de até R$ 500 mil ao fim da aceleração.

Ter um acordo deste padrão com o maior fundo de investimento da América Latina é o melhor selo de qualidade que a ACE pode receber.

Como o Bossa Nova costuma trabalhar com coinvestimento, o deal permitirá que nossas startups levantem ainda mais recursos com outros investidores.

Assim, ao término da aceleração, as startups que concluírem o checklist terão recebido até R$ 650 mil em investimento. É um tipo de acordo único e que certamente impactará todo o ambiente empreendedor da região.

Quer saber mais sobre empreendedorismo?

Toda quinta-feira Pedro Waengertner envia a melhor newsletter sobre inovação e empreendedorismo do Brasil. Lá, além de ver dicas de leituras e análises, você fica sabendo em primeira mão sobre as últimas novidades da ACE.

Se você ainda não recebe a Growthaholics, se inscreva agora!

Quer mais conteúdo?  Assine a newsletter!


TAGS: , , , , ,