Como métodos ágeis auxiliam no trabalho remoto

Por Milena Fonseca - 20 Mar 2020, 07:16
Como métodos ágeis auxiliam no trabalho remoto

As metodologias ágeis, nascidas do desenvolvimento de softwares, vem sido amplamente difundidas no meio corporativo, dada sua capacidade de abraçar a incerteza e a imprevisibilidade, aumentar a comunicação com os times, quebrar barreiras operacionais e até entregar projetos mais assertivos. Estas particularidades, entretanto, podem ser ainda mais utilizadas em momentos de crise como o que estamos vivendo atualmente por conta da COVID-19.

Como o scrum pode auxiliar na manutenção da produtividade de empresas que passaram a trabalhar remotamente?

Planejamento

O scrum parte da segmentação do tempo total de projeto em sprints, que devem sempre ter a mesma duração para que possamos comparar a performance do time no decorrer do tempo.

As sprints podem ter duração de uma semana a trinta dias, sempre representando entregas de valor ao cliente (seja este externo ou interno).  Estas são marcadas por sprint plannings, planejamento no qual é sempre importante que o time relembre a meta anual a ser batida – aqui é um momento importante para amarrar as equipes em um planejamento também a longo prazo.  

A partir destas metas, são definidas atividades independentes e mensuráveis que serão pontuadas por complexidade, tempo, esforço ou tamanho. Na ACE, segmentamos as atividades utilizando a regra de Fibonacci (1,2,3,5,8,13), em que 1 é a atividade mais simples e 13 a mais complexa. Esta pontuação é importante para que a performance do time seja quantificada, no decorrer dos dias.

Comunicação

Um dos principais segredos não citados do scrum é a importância das daily meetings, reuniões diárias com duração de até 15 minutos, nas quais os integrantes do time relatam o que fizeram para bater a meta da sprint no dia anterior, o que farão hoje e se existe alguma barreira os impedindo de realizarem suas atividades.

Esta é uma das principais rotinas quando falamos de trabalhar com times autônomos ou remotos, não apenas pelos quesitos de comunicação e identificação de possíveis gargalos que possam impactar a entrega do time, mas também pela socialização das atividades e resultados. 

>>Leia mais: Por que aplicar metodologias ágeis em grandes empresas?

Mensuração de resultados

Falamos da importância de se pontuar as atividades e é na sprint review que estes indicadores são observados. Neste momento, o time analisa as metas setadas para a sprint e entendem o que deu certo, o que deu errado e quais são os principais pontos de melhoria em termos de processos e projetos.

A performance individual é analisada através do comparativo entre pontos planejados x pontos realizados e a performance de time através do gráfico de burndown, que mede a realização de pontos no decorrer do tempo (no caso, da sprint).

Transparência e Feedbacks

Um dos principais valores do scrum é a transparência e isto não pode ser deixado de lado quando falamos de times remotos. A sprint retrospective é uma forte ferramenta quando falamos de team building (mesmo em times remotos) e desenvolvimento de pessoas.

Ela consiste em um feedback franco entre todos os membros da equipe, trazendo pontos positivos na performance e pontos de melhoria, além de um compromisso social de cada um com o foco em desenvolver um dos pontos de melhoria (somado a um indicador para mensurar isto).

Para não gerar ruídos, indicamos seguir o modelo de feedbacks SCI, no qual é destacada a situação em que ocorreu o fato, o comportamento que a pessoa em foco teve neste momento e qual o impacto individual ou coletivo que este comportamento gerou, tirando assim quaisquer julgamentos de valor ou dissonância cognitiva que possam ocorrer neste momento.

Por: Milena Fonseca

Posts relacionados

Assine a Growthaholics

E receba as melhores dicas para a sua empresa crescer.